Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gosto da escola!

Blogue da Escola Básica de Coucinheira. Para dar uma espreitadela ao que por cá fazemos e perceber por que razão gostamos tanto da nossa escola!

Gosto da escola!

Blogue da Escola Básica de Coucinheira. Para dar uma espreitadela ao que por cá fazemos e perceber por que razão gostamos tanto da nossa escola!

Poemas sem sentido

ebcoucinheira, 14.04.12

     Os alunos dos 3.º e 4.º anos são fãs da escritora Luísa Ducla Soares. Esta autora escreveu vários textos muito engraçados onde as ideias apareciam todas "trocadas".

     Depois de terem trabalhado a frase, a não frase, a frase aceitável e a frase não aceitável, a professora decidiu propor aos alunos a escrita de textos ao jeito de Luísa Ducla Soares, onde podiam usar à vontade frases não aceitáveis.

     Os alunos pensaram, escreveram e copiaram no computador Magalhães.

     Heis o produto!

 

Poemas sem sentido

Eu uma vez vi …

um canguru a nadar,

um tigre no ar

e um elefante a dançar.

 

Estava eu a nadar

enquanto um barco

estava no ar

e um avião a dançar.

 

Fui cortar o cabelo

com uma máquina de barbear.

 

Eu estava a escrever

enquanto uma vaca estava a ler.

 

Flipe

 

 

Alfabeto sem juízo

ebcoucinheira, 03.04.12

     Os alunos dos 3.º e 4.º anos inventaram um texto ao jeito de Luísa Ducla Soares, utilizando todas as letras do alfabeto. Ora leiam!

 

Alfabeto sem juízo

A é a Anita, que é a mais pequenita.

B é a Beatriz, que põe o dedo no nariz.

C é a Catarina, que levou uma vacina.

D é o Deco, que anda sempre marreco.

E é a Eduarda, que vive na Guarda.

F é a Fabiana, que comeu uma bifana.

G é o Gabriel, que foi a Penafiel.

H é o Henrique, que viu um alambique.

I é a Inês, que só gosta do número três.

J é a Joana, que parece uma cigana.

K é a Kika, que bebe uma bica.

L é a Luísa, que é uma poetisa.

M é o Micael, que come muito papel.

N é a Nicole, que anda mais devagar que um caracol.

O é a Olívia, que gosta de lixívia.

P é a Paulina, que viu ouro numa mina.

Q é o Quim, que gosta do Dia de S. Valentim.

R é Rhianna, que pesca sem cana.

S é a Sandra, que se queimou numa salamandra.

T é o Tó, que é totó.

U é a Úrsula, que comeu uma bússola.

V é a Vanessa, que corre muito depressa.

W é a Wanda, que caiu da varanda.

X é o Xico, que caiu num penico.

Y é a Yoko, que levou com um coco.

Z é a Zita, que caiu na sanita.

Concurso "Conta-nos uma história"

ebcoucinheira, 24.03.12

     Os alunos dos 3.º e 4.º anos gravaram em formato áudio a história que escreveram em conjunto "Os amigos do ambiente" para participarem no concurso "Conta-nos uma história".

     Estavam um pouco nervosos e não foi fácil ler o texto todo dentro do limite de tempo que tinham (5 minutos), pois ele era um pouco extenso... A narradora Maísa teve de apressar bastante a sua leitura! Mas depois de algumas tentativas e apesar de algumas hesitações fruto do nervosismo, todos conseguiram!

     Para colocar aqui no blogue, os alunos fizeram também algumas ilustrações para acompanhar.

     Aqui está o trabalho!

 

Palavra puxa palavra

ebcoucinheira, 05.03.12

     "Hoje estou feliz"!

     Foi este o mote para uma nova atividade de escrita criativa: "palavra puxa palavra", tendo estas palavras como primeiro verso.

     Vejamos o que a inspiração dos alunos dos 3.º e 4.º anos lhes fez criar e escrever desta vez!

 

Palavra puxa palavra

Hoje estou feliz

Feliz é divertido

Divertido é brincar

Brincar com amigos

Amigos do coração

Coração que bate

Bate com alegria.

     Margarida (3.º ano)

 

Notícias

ebcoucinheira, 10.02.12

     Os alunos da turma de 3.º e 4.º anos foram jornalistas durante este dia, mas uns jornalistas especiais, pois escreveram notícias inventadas.

     Aqui está uma delas. Cliquem em "Ler mais notícias", para ler as restantes.

 

Tubarão na praia do Algarve

     No dia 24 de fevereiro, um tubarão chegou a uma praia do Algarve.

     O tubarão tinha 6 metros de comprimento. Já atacou um surfista e partiu-lhe a prancha ao meio.

     O surfista ficou gravemente ferido na perna e foi encaminhado para o hospital com a perna ainda rasgada. Algumas pessoas dizem que o surfista, com 26 anos, nunca se tinha aleijado tanto.

     A polícia marítima está a tentar capturar o tubarão e colocá-lo num tanque.

          Eva (3.º ano)

 

Bruxa - precisa-se!

ebcoucinheira, 27.01.12

 

     A professora Benilde leu mais dois capítulos do livro "Graças e desgraças na corte de El-rei Tadinho". Depois da bruxa do Reino da Cem Janelas ter casado com o dragão, o rei teve que colocar no jornal um anúncio a pedir uma nova bruxa.

     Os alunos dos 3.º e 4.º anos inventaram um anúncio que poderia ter sido o do rei. Depois, compararam com o real.

     Ora leiam:

    

Bruxa - precisa-se

Precisa-se de bruxa com meia dúzia de teias de aranha, com uma vassoura nova, que saiba fazer magia e que me saiba tirar dos sarilhos.

Para saber mais ligue: 123456789.

Fábio

 

Graças e desgraças na corte de el-rei Tadinho

ebcoucinheira, 22.01.12

     Os alunos de 3.º e 4.º ano ouviram a professora ler o primeiro capítulo do livro "Graças e desgraças na corte de el-rei Tadinho", de Alice Vieira.

     É um livro muito divertido!

 

    No final deste capítulo, o rei deu a sua filha em casamento a um dragão com cinco cabeças, mas só quando ele se foi embora é que se lembrou que era solteiro e não tinha filhos...

     Os alunos, a pares, puseram então a sua imaginação a trabalhar e escreveram o que achavam que poderia ter acontecido até o dragão regressar, passada uma semana.

     Aqui está o que eles imaginaram:

 

     - Já sei como vou resolver este problema. Vou chamar os engenheiros reais. – disse o rei.

     Eles construíram uma princesa-robô com cara oval, um vestido encantador, cabelo comprido e louro e sapatos com pedras de rubi. Quando acabaram, a princesa-robot estava perfeita.

     Passados dois dias, el-rei Tadinho exclamou:

     - Espero que o dragão não perceba que isto é uma fralde.

     Quando o dragão chegou ao castelo, não se apercebeu que a princesa era um robô e foi-se embora contente.

          Alexandre e Tomás (4.º ano)

 

Auto-retrato

ebcoucinheira, 14.01.12

     Os alunos dos 3.º e 4.º anos estiveram a estudar o texto descritivo. Para tal, escreveram um texto a descrever um colega da turma e, depois de o lerem à turma, todos tentaram adivinhar de quem se tratava. A seguir, cada um desenhou o seu auto-retrato.

     Foi muito interessante e divertido!

     Cliquem em "Ver mais desenhos e textos" e deem uma vista de olhos às nossas carinhas larocas e respetivas caracterizações. Estão por ordem alfabetica.

     Esta é a primeira:

     O meu colega gosta de jogar à bola.

     Tem cabelo castanho e olhos castanhos

     Tem 9 anos, anda no quarto ano, é menino e vive em frente da minha casa.

     Anda nas A.E.C. e gosta de andar bem vestido.

     É o Alexandre!

Se eu fosse um objeto durante um dia

ebcoucinheira, 10.01.12

     O professora da turma de 3.º e 4.º anos, durante uns momentos, virou feiticeira!... Espalhou uns pozinhos de perlim-pim-pim sobre os alunos e eles transformaram-se em vários objetos durante um dia...

     Bem... Foi só a fingir!... Na verdade, os alunos só imaginaram, se isso acontecesse, como seriam aquelas 24 horas e escreveram um texto a descrevê-lo.

     Cliquem em "Ler textos" e deem uma olhadela ao que eles imaginaram e escreveram.