Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gosto da escola!

Blogue da Escola Básica de Coucinheira. Para dar uma espreitadela ao que por cá fazemos e perceber por que razão gostamos tanto da nossa escola!

Gosto da escola!

Blogue da Escola Básica de Coucinheira. Para dar uma espreitadela ao que por cá fazemos e perceber por que razão gostamos tanto da nossa escola!

Reconto de uma história de José Saramago

ebcoucinheira, 22.11.11

     Depois de terem visto o vídeo com a história "A maior flor do mundo" de José Saramago, todos os alunos do 3.º e 4.º anos puseram mãos à obra para escreverem o seu reconto de forma completa e correta.

     O melhor texto foi o do Pedro do 3.º ano.

     

     Era uma vez um besouro que estava a fazer uma bola de terra, quando chegou José Saramago que, com uma lupa, tentou ver melhor o besouro e escreveu um pouco do seu texto, quando chegou um carro cor de rosa com um menino e o seu pai.

     O pai do menino saiu do carro, fez um buraco na terra com um sacho e arrancou uma planta. O menino também saiu do carro e apanhou um besouro e pô-lo dentro de uma caixa que tinha buracos para ele respirar.

     Voltaram para casa no carro e quando chegaram o menino tentou mostrar o besouro à mãe e ao pai, mas eles não lhe ligaram. Quando o menino abriu a caixa, o besouro fugiu. Ele tentou ir atrás dele, mas ele era muito rápido. Sem a mãe e o pai saberem, o menino seguiu-o, indo por uma zona perigosa. Caminhou, caminhou, até que viu um lago muito azul e também o besouro que estava outra vez a fazer uma bola de terra. Tentou apanhá-lo, mas o besouro fugiu rapidamente. Foi atrás dele, atravessando o lago e chegou a uma floresta. Tocou numa das árvores e sentiu-se feliz.

     Foi andando, andando até que chegou a um monte que tinha uma flor murcha. Então, correu para o lago para buscar água e quase que deu um pontapé no besouro… Foi com uma mão cheia de água até à flor. Repetiu, repetiu e repetiu até que a flor ficou muito grande. Era a maior flor do mundo!

    O menino sentiu-se cansado e adormeceu. A flor, como era amiga, deu-lhe uma pétala para lhe servir de cobertor. Quando os pais se aperceberam que o filho não estava em casa, foram procurá-lo na zona perigosa. Andaram, andaram, até que viram o filho embrulhado numa pétala de flor. O menino acordou e deu um grande abraço muito apertado à mãe e os pais viram a maior flor do mundo.

     Todos os habitantes, até o José Saramago, viram a maior flor do mundo.

     O menino e os pais voltaram para casa e o menino disse adeus ao besouro.

     E assim viveram felizes com a maior flor do mundo!

                                             Pedro Ribeiro (3.º ano)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.