Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gosto da escola!

Blogue da Escola Básica de Coucinheira. Para dar uma espreitadela ao que por cá fazemos e perceber por que razão gostamos tanto da nossa escola!

Gosto da escola!

Blogue da Escola Básica de Coucinheira. Para dar uma espreitadela ao que por cá fazemos e perceber por que razão gostamos tanto da nossa escola!

Textos descritivos

ebcoucinheira, 07.10.12

     Os alunos do 4.º ano estiveram, desta vez, a estudar as características do texto descritivo.

     Olharam para uma imagem e puseram mãos à obra para escrever um texto que colocasse em prática o que aprenderam.

     Meninos, a professora Benilde ficou contentíssima com o vosso trabalho! Agora não se esqueçam de aplicar tudo isto nos textos que no dia-a-dia escrevem, pois como já sabem podem e devem incluir partes descritivas nos textos narrativos que escrevem. E mostraram que conseguem fazê-lo de forma correta e criativa. Parabéns!

     Aqui ficam os textos que escreveram:

 

Na praia

     Eu estava a passear e vi uma linda praia com a areia bem amarela, mas não era um amarelo qualquer, era como o amarelo do Sol, muito reluzente e macia.

     A água era do azul mais bonito! Toda a gente adorava aquela praia. Todos os dias estavam lá pessoas, pelo menos uma.

     Todos os barcos preferiam aquela água para navegar. Era água azul como o céu reluzente. A água quase nem tinha ondas, era muito calmo o mar.

     Existiam muitas conchas e também muitas estrelas-do-mar.

     Em todos os pores-do-sol, o céu ficava como uma laranja brilhante e o Sol refletia o brilho para o mar. Era nesses pores-do-sol que todas as pessoas e gaivotas vinham para a praia, muito alegres!

Maísa

 

O pôr-do-sol

     Estava eu na praia a ver as gaivotas a voar e a deslisar no ar. Mas uma gaivota não estava no ar. Estava a ver o pôr-do-sol. Estava tão só…

     As gaivotas eram magníficas. O Sol era tão bonito e tão luminoso, que o céu ficava laranja. O navio era tão vermelho e preto, que deixava as pessoas todas maravilhadas com a sua beleza.

     Mas o pôr-do-sol parecia muito cansado. Até que veio a lua.

     Eu adorei a praia, mas o que eu mais gostei foi o pôr-do-sol.

Jacinta

 

 

Uma maravilhosa praia

     Eu estava a passear na praia. Olhei à minha volta e vi uma gaivota a olhar para o Sol. Ele estava de uma cor alaranjada. Barcos passavam encantando toda a gente. As gaivotas voavam de alegria.

     O céu estava tão alaranjado, que parecia estar a voar. As nuvens punham-se à frente do céu, cantando.

     As gaivotas dançavam, bailavam e poisavam nos barcos. As nuvens pareciam estar prateadas e o Sol dourado como baús de ouro.

Pedro

 

Uma praia

     Um dia eu fui a uma praia. Ela era grande como o planeta Terra. O mar era mais azul que o céu.

     O Sol já estava quase a dormir, como um pombo.

     Estavam lá gaivotas, umas poisadas e outras a voar como papagaios de cartão. Havia pedrinhas e estrelas-do-mar que de lá vieram.

     No mar, um navio lá estava a deitar fumo como um incêndio imortal.

     Como o Sol se estava a pôr, a areia estava dourada como ouro.

     Eu adorei a paisagem!

Diogo João

 

O pássaro branco

     Passeava por uma praia, quando vi um pássaro branco de bico pequeno e cor de laranja e patas a condizer, tão lindo que só me apeteceu levá-lo para casa.

     O Sol transparecia no mar.

     Um navio avistava-se ao longe, de cor branca e azul, enquanto quatro pássaros voavam.

     O mar era azul e transparente, bonito como uma gaivota.

     Eu gostei muito daquela praia, mas o que gostei mais foi do pássaro branco.

Margarida

 

Na praia

     O Sol nascia e eu olhava para o mar. Era lindo!

     As gaivotas, os barcos, os navios, era tudo muito bonito.

     Os raios solares refletiam na água salgada, transparente.

     As gaivotas eram brancas e pretas e o bico era pequenino.

     Os barcos eram amarelos, azuis, verdes, vermelhos, brancos, pretos e de muitas mais cores. Os navios eram pretos e brancos, pretos e vermelhos, brancos e azuis, brancos e vermelhos e de muitas outras cores.

     A areia era bela! Tinha conchas, estrelas-do-mar, pedrinhas lisas, caranguejos vermelhos alaranjados.

     Eu até dizia que tudo o que via era muito, muito bonito!     

Micaela

 

O pássaro

     Eu foi à praia e vi um pássaro muito bonito. Tinha umas penas cor de laranja e um bico de dez centímetros. Ele brincava voando com o seu bando no cimo das nuvens, fazendo corridas.

     Aquele pássaro chamava-se Gui e gostava de ir à praia e fazer corridas no cimo das nuvens, como o seu bando. Assim sentia-se feliz!

Micael

 

O mar e as gaivotas

     Num belo dia de verão, estavam cinco lindas gaivotas e ao longe estava um navio muito feio. Era todo branco e preto.

     O problema era que esse mesmo navio, ao longo da viagem, estava a deitar horríveis machas de gasóleo.

     O Sol pôs-se e o mar ficava cada vez mais peganhento e preto.

     De repente, uma baleia muito bonita azul e branca achou mal o mar estar assim e engoliu todo o gasóleo e deitou-o para a costa. Passou uma linda carrinha, cujo dono também achou mal, e apanhou todo o gasóleo.

Tiago Gil

 

A praia

     Estava a passear, quando vi gaivotas a voar e um barco a navegar.

     O mar estava calmo, limpo e bonito. Também a areia estava toda enfeitada com estrelas-do-mar, pedras pequeninas e conchas. Neste mar, o som era tão bonito!

     Os pássaros davam brilho àquela praia maravilhosa!

     E o Sol foi-se embora…

Eduarda

 

A praia

     O mar estava calmo e as gaivotas voavam à procura de peixes. O Sol ia-se deitando para a sua hora de sono.

     Um barco que passava por ali fazia muito barulho e enchia o céu de fumo.

     O céu, com um tom de laranja, feito pela luz do Sol, ia ficando cada vez mais escuro.

     A areia era macia e cheia de conchas e de estrelas-do-mar.

Nuno

 

A praia

     Naquele mar azul, viam-se navios a flutuar como ninguém.

     As gaivotas voavam à procura do seu manjar. Para o apanharem, mergulhavam e voltavam acima como os pinguins fazem.

     À beira mar, vi búzios, conchas e algumas pedras.

     O reflexo do Sol na água era lindo e o céu estava repleto de nuvens brancas que pareciam algodão doce!

Eva

 

O mar

     Estava eu a passear, quando olhei para o mar e vi que estava tão calmo como uma estátua. A areia era molezinha e muito fofinha, como algodão doce. Havia muitas conchas de muitas formas e feitios e estrelas-do-mar como as estrelas do céu.

     Havia um barco muito lá ao longe que parecia tão pequenino!

     Havia muitas gaivotas a esvoaçarem pelo ar muito bonitas.

     Avistei o pôr-do-sol. Era muito bonito, a refletir na água do mar. Era muito alaranjado.

     Adorei olhar o mar!

Filipe

 

Uma bela vista

     Eu estava a passar, quando vi uma praia maravilhosa.

     O pôr-do-sol parecia uma estrela cadente.

     As gaivotas saltavam no ar. Um navio navegava ao vento. A areia parecia ouro a brilhar. O mar estava calmo como as nuvens. As estrelas-do-mar e os peixes pareciam brilhar.

     Os meninos mandavam pedras e saltavam no mar.

Diogo Domingues

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.